Agitos Mutum - Informando Nova Mutum e Regi�o

GERAL

Desemprego cai em todas as regiões, mostra IBGE

O desemprego no Brasil fechou o segundo trimestre do ano com retração em 11 das 27 unidades da federação. Segundo dados divulgados hoje (17), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) a taxa, que ficou em 13%, representa 13,5 milhões de pessoas sem ocupação.

Houve quedas em todas as grandes regiões. A exceção foi o Nordeste onde, embora tenha havido retração de 16,3% para 15,8%, técnicos consideram que há estabilidade.

Os dados fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) relativa a abril, maio e junho, comparativamente ao trimestre imediatamente anterior. A pesquisa apresenta como destaques as regiões Norte, onde a taxa de desocupação caiu de 14,2% para 12,5% e Centro-Oeste, com recuo de 12% para 10,6%.

Os dados indicam que o desemprego no Sudeste passou de 14,2% para 13,6%, e no Sul, de 9,3% para 8,4%.

Em Pernambuco, a taxa passou de 17,1% para 18,8% e em Alagoas subiu de 17,5% para 17,8%. Já as menores taxas ocorreram em Santa Catarina (7,5%), Rio Grande do Sul (8,4%) e Mato Grosso (8,6%). Para o total do país, o desemprego caiu de 13,7% para 13%.

Segundo o coordenador de Trabalho e Rendimento do IBGE, Cimar Azeredo, “nos estados onde houve aumento da desocupação não foram geradas vagas suficientes para dar conta do crescimento da procura pelo emprego”.

População ocupada

Os dados indicam que a população ocupada no segundo trimestre deste ano, de 90,2 milhões de pessoas, era integrada por 68% de empregados (incluindo empregados domésticos), 4,6% de empregadores, 24,9% de pessoas que trabalham por conta própria e 2,4% de trabalhadores familiares auxiliares.

Nas regiões Norte (31,8%) e Nordeste (29,8%), o percentual de trabalhadores por conta própria era superior ao verificado nas demais regiões.

No segundo trimestre de 2017, 75,8% dos empregados do setor privado tinham carteira de trabalho assinada. As regiões Nordeste (60,8%) e Norte (59%)  apresentaram as menores estimativas desse indicador. Entre os trabalhadores domésticos, a pesquisa mostrou que 30,6% deles tinham carteira de trabalho assinada.

Já a taxa de rendimento médio real de todos os trabalhos fechou o segundo trimestre em R$ 2.104, enquanto a massa de rendimento médio real ficou estável em R$ 185,1 bilhõ

POLÍTICA

Vereador Alexandre Solicita Emenda Parlamentar para Hospital Municipal

Na 24ª Sessão Ordinária (14.08), o vereador Alexandre Tavares apresentou a Indicação nº 178/2017, solicitando do deputado estadual José Domingos a destinação de uma emenda parlamentar com a finalidade de adquirir um aparelho de ultrassonografia para o município de Nova Mutum.

O investimento de R$ 100.000,00 (Cem Mil Reais), seria oportuno para o investimento demandado pelo cidadão e administração da unidade hospitalar. Segundo o parlamentar a proposta é uma medida importante em prol do sistema público de saúde Mutuense, pois irá contribuir na celeridade dos diagnósticos médicos e acompanhamento das gestações.

Alexandre acredita que o investimento vai potencializar as práticas médicas preventivas vindo diminuir as tratativas. Frente as argumentações e investido do pedido de populares, o vereador obteve apoio para a aprovação da indicação.

Visando o atendimento da mesma o Expediente Indicatório será encaminhado a Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

 

ECONOMIA

Previsão de salário mínimo para 2018 cai para R$ 969

A revisão das projeções econômicas para 2018 levou o governo a reduzir o salário mínimo para o próximo ano. O valor de R$ 979 que consta na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) passará para R$ 969 durante a elaboração do Orçamento.

A redução ocorreu por causa da diminuição da projeção de inflação, que caiu de 4,5% para 4,2% pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Por lei, até 2019, o salário mínimo é definido com base no crescimento da economia de dois anos antes mais a inflação pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), índice próximo ao IPCA. Como o PIB recuou 3,6% em 2016, a variação negativa não se refletirá no salário mínimo de 2018.

De acordo com o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, o valor do salário mínimo pode mudar até o início do próximo ano. Segundo ele, o Orçamento trabalha apenas com estimativas. “O salário mínimo só será conhecido em janeiro. Até lá, várias coisas podem mudar”, declarou.

GERAL

Veiculo invade preferencial e provoca acidente em Nova Mutum

POLÍTICA

Lucas Badan e Altair Albuquerque Cobram Investimento para Escola

GERAL

Rotary Club de Nova Mutum promoverá evento com carnes nobres e chopp artesanal

ÚLTIMAS COBERTURAS

CARREATA SÃO CRISTOVÃO

CARREATA SÃO CRISTOVÃO

NIVER FEST EVERTON

NIVER FEST EVERTON

SUPER SAFRA

SUPER SAFRA

Para visualizar este conteúdo corretamente, é necessário ter o Flash Player instalado.




CIDADES

Menor de idade, funcionário confessa ter planejado assassinato

Uma das cinco pessoas presas pela morte do empresário Alaércio Teixeira de Oliveira, em Diamantino , era um menor, funcionário da vítima, que confessou ter planejado o crime para roubar e vender o carro e a aparelhagem de som montado pelo patrão.

Alaércio estava desaparecido desde a noite de sábado (12) e o corpo foi encontrado na manhã de terça-feira (15). No mesmo dia, cinco pessoas foram presas em Nova Mutum , acusadas pelo crime.

Além do menor, foram presos dois homens adultos e duas mulheres, sendo uma delas também menor.

Segundo o investigador da Polícia Civil de Nova Mutum, Jorge Luiz dos Santos, o menor viu Alaércio montar o som de seu carro e acompanhou os gastos, de R$ 20 mil.

“Ele viu o valor que foi gasto e achou que esses R$ 20 mil, mais o carro que ele conseguiria roubar e vender, seriam suficientes para resolver os problemas da vida dele”, disse o investigador.

O policial revelou que a princípio os envolvidos mentiram no depoimento, mas por fim acabaram confessando o crime.

“O menor tentou assumir sozinho para livrar os outros, mas depois eles começaram a cair em contradição. Aí resolveram abrir a boca. Todo mundo confessou que participou da morte”, disse Jorge Luiz.

O crime aconteceu na casa dos três homens, que moravam juntos, a cerca de 100 metros da oficina do empresário.

Eles estavam conversando com a vítima, quando o menor chegou por trás e golpeou sua cabeça com uma barra de ferro. Com o golpe, Alaércio caiu.

“Em seguida, o outro acusado pegou outra barra de ferro e também começou a bater na cabeça dele. Foram vários golpes. Eles esmagaram a cabeça do Alaércio. Depois, deram um golpe de foice nas costas dele. E por último ainda o amarraram com as mãos e os pés para trás e fizeram um pacote dele”, narrou o investigador.

As duas mulheres assistiram a todo o crime.

Segundo o investigador, depois da morte, eles enrolaram Alaércio em um lençol e o levaram a cerca de 15 km da cidade no porta-malas do carro dele, um Renalt Clio. Lá eles jogaram o corpo e retornaram para Diamantino.

“Em seguida, foram para Nova Mutum”, disse o investigador.

Chegando em Nova Mutum, os cinco de hospedaram em um hotel na região central. A Polícia Civil descobriu o paradeiro através de investigações e realizou a prisão do grupo nesse hotel.

Antes da prisão, as mulheres ainda saíram na cidade e fizeram compras com o cartão da vítima, cuja senha era conhecida pelo menor.

Uma nota fiscal no valor de R$ 314 foi encontrada pelos policiais, mas o investigador afirmou que esse não foi o único gasto com o cartão.

Em depoimento, o grupo ainda confessou que pegou R$ 300 em dinheiro na carteira e R$ 450 em cheque. E pagou as diárias dos três quartos do hotel também com o cartão.

Eles serão indiciados por latrocínio. Todos continuam presos, sendo que os menores estão aguardando vaga para serem internados em uma unidade do sistema socioeducativo.

A Polícia Civil continuará investigando o caso.

 

 

GERAL

Mega-Sena acumula e promete prêmio de R$ 26 milhões no sábado

GERAL

Força Tática recupera veículo roubado no bairro Palmeiras em Nova Mutum

GERAL

Nova Mutum:Acidente envolvendo duas carretas é registrado na BR-163

GERAL

Nova Mutum:Câmara prepara reunião com comerciantes para tratar sobre travessia Urbana





.

Agitos Mutum - www.agitosmutum.com.br

Telefones (65) 996 968 266

Email: redacao@agitosmutum.com.br
leandrocampos@agitosmutum.com.br

© Agitos Mutum - Todos os direitos reservados